Make your own free website on Tripod.com
 
  Jeep Cherokee 2002  

O Jeep Liberty chegou para substituir um Best Seller : o Cherokee (o Gran Cherokee continua em produção). Liberty é o nome para o mercado americano, para o resto do mundo o nome continua o mesmo.

O novo Cherokee é menor que o Gran Cherokee mas seu desenho é mais atual.

Pois bem, o novo Cherokee em nada lembra o antigo. Também pudera. Com aquelas linhas retas e jeito quadradão, qualquer coisa que se assemelhasse a ele não faria muito sucesso. Mas a onda retrô atacou os designers do novo Cherokee. Funcionou. O novo Jeep ficou com cara de Jipe. Os faróis redondos nos remetem ao passado. Para falar a verdade, o Cherokee está parecido com um carro brasileiro, seu ancestral, o primeiro Rural Willys do início da década de 1960. Bem, esse é um ponto de vista meu.

Porta traseira de abertura lateral e vidro basculante. Bom acesso.

Nos EUA o Jeep Liberty será oferecido em duas versões: Sport e Limited. Dois motores a gasolina e um a diesel, câmbio manual ou automático. Para o Brasil, inicialmente, o novo Cherokee virá apenas na versão Sport, com câmbio automático de quatro velocidades e motor V6 a gasolina com 3,7 litros e 208 cv de potência. Esse motor é da mesma família do V8 que equipa o Grand Cherokee. E ele bebe como o irmão maior. A fábrica informa um consumo médio urbano de 5,1 km/l e rodoviário de 8,5 km/l. Quanto ao desempenho, ainda segundo a fábrica, a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 10 segundos e a velocidade máxima é de 180 km/h. Mas isso lá é importante num Utilitário Sport 4x4?

Instrumentos com grafia preta em fundo branco: esportividade.

Melhor é saber como ele é na terra. O sistema de tração projetado pela Jeep oferece quatro opções: 4x2; 4x4 parcial; 4x4 permanente e 4x4 reduzida. A suspensão alta (dianteira independente e traseira de eixo rígido) de curso longo de 200 mm permite excelente desempenho fora-de-estrada. Juntando os ângulos de ataque (38 graus) e de saída (32,4 graus) e os balanços dianteiro e traseiro de dimensões reduzidas, fica evidente que o novo Cherokee tem tudo da raça Jeep.

Uma surpresa (desagradável) num teste
O resultado da "brincadeira"

Uma surpresa nada agradável. Foi o que tiveram os jornalistas da revista americana AutoWeek ao testarem o Jeep Liberty.
No último dia 16 de outubro, Pete Albrecht, piloto de testes da AutoWeek, fazia um teste de slalom (desvios sucessivos) a cerca de 65 km/h com um Liberty 4x2, quando o carro capotou inesperadamente.
A DaimlerChrysler questionou a metodologia do teste da AutoWeek. Segundo Gregory Stephens, um especialista contratado pela empresa, o acidente se deve a uma combinação de direção agressiva no teste e ao asfalto de qualidade irregular.

Na reconstituição do teste, um outro Liberty demonstrou o mesmo comportamento do Jeep acidentado.

Mas esse acidente é muito parecido com o que ocorreu com jornalistas especializados europeus durante um teste de slalom com outro carro da DaimlerChrysler, o Mercedes Classe A. Repercutiu tão negativamente esse acidente, que o carro sofreu profundas modificações para ser posto à venda. E quanto ao Liberty?


Seja como for, fica claro que o modo de condução de um fora-de-estrada é bem diferente demais carros. Então, cuidado quando estiver ao volante de um desses jipões.

Fotos: AutoWeek

Diagrama do acidente
 
 
Mais Imagens
Fotos: Jeep
 
  Jeep Cherokee 2002  
Dados Gerais
Carroceria Tipo: Sport Utility - chapas de aço estampado - estrutura monobloco
Configuração: 5 portas - 5 passageiros.
Motor:

Dianteiro, logintudinal - 6 cilindros em V - 2 válvulas por cilindro - gasolina - 3.701 cm³ de cilindrada - 208 cv a 5200 rpm - torque: 31,8 kgf a 3.800 rpm

Transmissão: Automática - 5 velocidades / Tração Traseira e 4x4 temporária
Suspensão: Dianteira: independente, amortecedores pressurizado e estabilizador - Traseira: eixo rígido, amortecedores pressurizados e estabilizador
Freios, rodas e pneus: freios dianteiros a disco ventilados - freios traseiros a tambor - rodas 7 x 16 polegadas - pneus 235/70 R16 S
Dimensões (mm): Comprimento: 4.496 - Largura: 1.819 - Altura: 1.859 - Distância Entre eixos: 2.650
Preço: US$ 19 mil a US$ 23 mil (nos EUA)
 
CURIOSIDADES
Depois da Segunda Guerra Mundial, o Jeep passou a ser produzido para uso civil. Basicamente o mesmo do tempo de guerra, fez muito sucesso pela robustez e durabilidade. Mas a empresa que o fabricava, a Willys, não estava lá essas coisas e se uniu a outras empresas formando a American Motors. Anos depois essa nova empresa foi adquirida pela Chrysler que hoje pertence à DaimlerChrysler. No Brasil a Willys Overland foi comprada pela Ford nos anos 60. O Jeep continuou com a marca Ford até 1982, quando parou de ser produzido. Isso causou uma situação curiosa. A Chrysler só pode utilizar o nome Jeep novamente no Brasil depois de uma disputa judicial com a Ford, detentora do nome em território nacional.
 

para cima | página inicial | contato
© 2001 MotorWeb.tripod.com.br

Para uma visualização ideal ajuste seu monitor para 800 x 600 pixels, com
fontes grandes, e utilize Microsoft Internet Explorer 4.0 ou superior